• 1

    Frecuencia de la depresión puerperal en la maternidad de un hospital universitario de la Región del Sur

    Enfermería Global 2012;11(3): 408-418

    medes_medicina en español

    MENEZES F, OLIVEIRA A, LEMOS LA, SILVA P, KERBER N, SILVA MR

    Enfermería Global 2012;11(3): 408-418

    Tipo artículo: Artículo

    Resumen del Autor: Este estudo teve como objetivo identificar a freqüência de risco para desencadear a depressão pós-parto, em puérperas internadas na maternidade de um Hospital Universitário, através da aplicação da escala Edinburgh Post-Natal Depression Scale (EPDS).Trata-se de um estudo quantitativo, exploratório descritivo. Participaram do estudo 53 puérperas em pós-parto imediato no período de abril à maio de 2009. Foi aplicado um questionário elaborado com base na escala Edinbugh Post-Natal Depression Scale (EPDS).Os dados obtidos através da aplicação da escala foram analisados e interpretados, através da estatística descritiva. Foram respeitadas todas as determinações da Resolução 196/96 de pesquisa com seres humanos.Os resultados apontaram que o risco de depressão pós-parto foi encontrado em seis puérperas (11%), o que demonstra a importância dos profissionais da saúde em realizar a detecção precoce da depressão pós-parto, tendo como auxílio à escala EPDS, pela eficácia e praticidade da sua aplicação.

    Notas:

     

    Palabras clave: Brasil, Depresión, Depresión postparto, Enfermería, Epidemiología, Escalas de valoración, Estudios descriptivos, Estudios observacionales, Estudios transversales, Mujeres

    ID MEDES: 76547



    * RECUERDE. Al pulsar el enlace “Texto completo”, usted abandonará el entorno MEDES. En ese caso, la web a la que desea acceder no es propiedad de Fundación Lilly y, por tanto, ésta no se responsabiliza de los contenidos, informaciones o servicios presentes en ella, ni de la política de privacidad que aplique el sitio web de un tercero.